Engraçado como um jogo de futebol pode gerar tantos sentimentos em tão pouco tempo. Antes do jogo, o clima entre rubro-negros era completamente diverso: Alguns empolgados,até esqueceram do jogo em si, o foco deles era a torcida e a sua volta a velha casa. Nada contra, já fui várias vezes ao Maraca com o mesmo objetivo. Só quem é Flamengo entende o que estou falando. Você vai lá ver o espetáculo das pessoas,as reações, a alegria…

Outros torcedores, a maioria nas redes sociais, estavam preocupados. O time estourado fisicamente, o Corinthians sempre sinuoso, M. Araújo titular, Sheik titular, Mancuello merecia ou não uma chance?

Começa o jogo e a tensão caiu no gramado como uma bomba. Até quem vestia azul ficou meio perdido. Muralha foi um dos que mais sentiram; o primeiro gol paulista foi um chute bobo, defensável. Durante o jogo,várias saídas erradas,fora do tempo. O barbudo teve uma prova de fogo. O segundo gol não foi culpa sua e soube superar. Mas que as pernas tremeram, tremeram.

É nítida a queda de R.Vaz. O cara literalmente cansou. Digamos que ele esteja a 50%. Não fez uma partida ruim, mas aquém do que já mostrou. E na queda de Vaz, quem tem que compensar é Réver. E ele até se saiu bem. Desarmou,lutou e quando tinha a chance,tentava desengonçadamente, ajudar no ataque.

Pará e Jorge já tinham jogado no Maior de Todos, porém o misto de nervosismo, estouro físico e um esquema travadão minou o jogo dos caras. Valeu pela luta de ambos. M. Araújo deu motivos para os haters. Segundo gol teve dedo seu. Os desarmes nã estavam lá. E as viradas de jogo também não. Cuellar pede passagem,embora seja afobado. W.Arão,ao contrário de Vaz, que ainda tem gás,caiu de vez. Ainda se esforça,briga,até dá bons passes, mas seu gráfico caiu vertiginosamente.

Alguns dizem quem Diego também caiu com a maratona, mas tenho uma teoria: Ele ainda tem bala na agulha, mas quem joga com ele não acompanha o cara. E quando tem alguém botaram o cara na posição errada. Mancuello não é ponta. Ou Zé já começava com Fernandinho, ou colocava o gringo fazendo dupla com Diego, pensando o jogo, num 4-4-2, como ele já fez com A.Patrick. O argentino merecia mais.

Emerson Sheik é polêmica de todo jeito. Alguns o exaltam pela sua raça e vontade. Porém sua efetividade é baixa. E aí?  Merecia uma chance, até porque Everton não estava correspondendo, mas o carequinha foi ok. Poderia ter se consagrado esse ano com uma chance clara no final, mas bola teimou em não entrar.

diego

O que falar de Guerrero? A lei do Ex apareceu mais uma vez e o peruano salvou o dia. A derrota enterraria de vez as chances do Hepta. O sonho segue vivo e devido ao pistoleiro. Incrível como tem gente que ainda critica o cara.

O título ficou mais difícil, mas a esperança continua. O Palmeiras vai vacilar. O maior desafio Rubro-Negro é a tabela. Pela frente jogos extremamente difíceis. Pegaremos o Galo em Minas, no Mineirão cheio. Os times são do mesmo nível e o embate será titânico. O Fla tem uma semana para recuperar seus jogadores,organizar as suas forças, escolher um padrão de jogo, selecionar os titulares e prepara-los mentalmente.
Vamos torcer.

 

About The Author

Alagoano, Flamenguista desde que vi a camisa onze do Romário. Apaixonado pelo Rio, vivo no Maracanã. Goleiro nas peladas da vida, apreciador do Futebol e do que ele causa ao seu redor. Provavelmente me encontrará na Lapa tomando um chopinho.

Leave a Reply

Your email address will not be published.