Quando o time joga mal, não faz nada em campo, sem raça, sem vontade, a derrota é esperada. Um jogo equilibrado, sem muitas faltas, com um futebol decente sendo jogado, um empate ou a vitória suada é algo natural. Mas perder por erros primários próprios dói. O Flamengo entregou o jogo em duas jogadas simples. O gol marcado por Guerrero, por bem dizer, também foi no vacilo de Gum. O resultado justo: Empate.

flaflu

Tirando os gols, o Fla foi melhor. Criou mais, perdeu uma tonelada de gols mas foi pouco eficiente. Um pouco mais de capricho e os três pontos viriam. É importante dizer que no primeiro tempo, o domínio rubro-negro não se transformou em chutes agol, o que é uma temeridade; Percebe-se a diferença de comportamento para outras culturas do futebol: Mancuello entrou em campo e toda oportunidade de chute que tinha ele executava. Quase fez.

Muralha trabalhou alguma coisa. Mas nada grave. Achei que no gol de Richarlison poderia ter ido dividir a bola, mas o isento; foi um susto! Não entendi porque Pará entrou em campo. Rodinei, em toda sua regularidade, é melhor que ele. Não entendi. Do outro lado, Jorge foi Jorge. E é tudo que eu tenho a falar sobre ele. Na zagueirância, Réver foi OK. Não foi um monstro, fez umas fuleiragem de vez em quando, mas não comprometeu. Falar de Rafael Vaz é complicado. De maneira geral foi até bem, mas o vacilo do gol é imperdoável. Displicente, relaxado. Os vascaínos avisaram. Uma falha era esperada.

Márcio Araújo vem em uma descendente. Eu não sei o que o Cuéllar faz que não merece a titularidade. Eu sei que Araújo tem uma importância tática, e esse era o único argumento para ter vaga no time. Se não executa mais isso,não faz sentido ele jogando. W.Arão vai no bonde do Vaz: Não fez uma partida de seu nível, mas vinha legal, se esforçando. O gol contra foi um pecado. Tá perdoado porque vinha muito bem e foi importante no jogo anterior.

Daí pra frente, o mesmo de sempre. Ederson tão útil quanto eu depois do almoço de domingo.;A.Patrick bem;M.Cirino bem. Eu realmente fico puto pela falta de capricho de Cirino. Chances são criadas,ele cria os espaços, mas cara, na hora de definir é tão ruim quanto… eu jogando na linha. Na pelada, sou goleiro.

Guerrero voltou e guardou o dele. Mas por méritos próprios do que pelo time. O gol marcado foi no vacilo de Gum, que no rebote de Cavalieri não jogou a bola na lua. O Peruano aproveitou e marcou. Serviu para aumentar a confiança do gringo. Quem entrou,pouco fez. Mancuello até tentou mas não foi evetivo. Emerson foi só vontade. E me recuso a falar de Fernandinho. A pior contratação de todos os tempos.

Mesmo com todos esses pontos negativos, o Fla merecia o empate, e forçando a barra um pouco a vitória. O primeiro tempo tricolor foi covarde. O Flu ganhou a vitória de presente. O Fla agora se preocupa com o Internacional, rival da ponta da tabela que sofreu uma derrota acapachante em frente a um fraco Botafogo. Vai ser um jogo muito tenso.

About The Author

Alagoano, Flamenguista desde que vi a camisa onze do Romário. Apaixonado pelo Rio, vivo no Maracanã. Goleiro nas peladas da vida, apreciador do Futebol e do que ele causa ao seu redor. Provavelmente me encontrará na Lapa tomando um chopinho.

Leave a Reply

Your email address will not be published.