Um real artista, que rege sua Viola, ou Fiorentina, como preferir. Com toques sutis, nos traz a arte suavemente, tendo os acordes de seu instrumento, um valor similar à sua perfeita condução de bola. Assim como ele faz o papel do músico, nós somos a plateia, sempre dispostos a vê-lo se destacar com a arte em seus pés.

Rabisca, rabisca, rabisca, cobra faltas e pênaltis, este último com excelência. Caso não receba a bola na ponta direita, não há tempo ruim, pode voltar para buscar a bola sem problemas. Um chute forte com grande qualidade e uma sequência de dribles curtos que deixa qualquer companheiro de equipe livre para receber a bola. Grande domínio, com o pé na bola é prazeroso vê-lo jogar. Com apenas 22 anos e 1,83m, esse é Federico Bernardeschi, o ponta direita e camisa 10 da Fiorentina. O jogador ainda atua na ponta esquerda, e é o tipo de atleta que sempre puxa a bola para a perna boa, no caso, a esquerda.

Em campo pela Itália. (Foto/Reprodução: Goal.com)

Em campo pela Itália. (Foto/Reprodução: Goal.com)

Não costuma dar prosseguimento nos contra-ataques, ou o atleta para o jogo e pensa na jogada, ou, com o auxílio de sua grande colocação na área, acaba por receber a bola no final da jogada, livre para o arremate. Por mais que seu estilo de jogo seja correspondente ao de um camisa 10, o jogador ocasionalmente sucumbe à sua falta de amadurecimento e acaba por “sumir” nas partidas. Considero que ele ainda não está tão pronto para realizar essa função em uma equipe com grandes objetivos, mas pode fazer bem sua ponta em sua posição.

O atleta subiu para a equipe profissional da Fiorentina em 2013, e na mesma temporada foi emprestado ao Crotone, da Serie B italiana, e fez sua estreia aos 19 anos. Terminou a temporada com 12 gols em 39 jogos, e sua equipe foi eliminada nos playoffs para subir de divisão. Já na próxima temporada assumiu a poderosa camisa 10 da Fiorentina, um dia vestida por Roberto Baggio. Fez 40 jogos (10 saindo do banco), com cinco gols e três assistências, e uma média de notas de 6,9.

Sua equipe ostentou uma vaga para a Champions League por boa parte do campeonato, porém no final o gás acabou, e a equipe acabou na quinta colocação, apenas com uma vaga para a Europa League, competição que a equipe também disputou nessa temporada, passando da primeira fase na segunda colocação (atrás do Basel), e caindo por 4-1 (no agregado) contra o Tottenham aos 16 avos de final. Já fez dois amistosos pela Azzurra na última temporada.

O jogador da Viola tem contrato válido até 30/06/2019, mas vem sendo procurado por alguns clubes, principalmente pelo Manchester United, que já negocia a sua contratação. OLHO NELE!

About The Author

Torcedor de Santos e Spurs. Apaixonado por Brasileirão e Premier League. Tem o sonho de estudar e trabalhar com o melhor esporte já criado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.