Na mitologia cristã existe uma história bíblica específica que conta que Davi, um menino jovem, sem compleição física de um guerreiro, e com pouquíssima experiência de vida, foi capaz de representar sua nação (Israel) na luta contra os filisteus. Não apenas isso, ele foi capaz de derrotar o principal soldado do exército adversário, um gigante chamado Golias, com apenas uma pedra.

Em síntese, pode-se dizer que, nessa história, Davi é um símbolo que transmite a ideia de que os mais fracos são sim capazes de enfrentar e, por ventura, até ganhar dos mais fortes.

Independentemente da veracidade dessa história, ou se você é ou não cristão, no mundo ocidental essa pequena passagem da Bíblia sempre é lembrada quando se há um embate entre forças muito díspares, seja na política, no esporte, ou em qualquer outra manifestação social que envolva disputa.

No futebol isso acontece com muita frequência. Na verdade, isso acontece com tanta frequência, que é quase um clichê jornalístico fazer essa associação. Mas hoje é inevitável, isso porque estamos acompanhando uma campanha surpreendente do pequeno Leicester City na atual temporada da Premier League.

O modesto Leicester City só possui três títulos (da Copa da Liga Inglesa), e, se realmente for campeão inglês, terá alcançado sua maior glória

O modesto Leicester City só possui três títulos na sua história (de Copa da Liga Inglesa), e, se realmente for campeão inglês, terá alcançado sua maior glória

O Leicester é um daqueles times que as pessoas costumam olhar no início da temporada e sentenciar categoricamente “vai lutar pra não cair”. Mas a verdade é justamente o contrário, este clube de pouca tradição está surpreendendo o mundo do futebol ao fazer uma campanha que ninguém esperava. A cada rodada do campeonato que passa, essa campanha torna-se mais histórica. Está sendo tudo tão incrível, que o Leicester simplesmente angariou uma grande quantidade de fãs ao redor do mundo, isso, tanto pelo seu carisma, como também por ser um “Davi” em meio a tantos “Golias” que existem no futebol inglês.

Outros Davis da Inglaterra

Mas engana-se quem acha que o Leicester City é uma rara exceção da Premier League, pois, ao longo dos anos, vários Davis já apareceram como protagonistas nesta competição.

O principal torneio de futebol da Inglaterra já passou por muitas reformulações, e também recebeu diferentes denominações desde que passou a existir (por volta de 1888), mas aqui, para evitar problemáticas, será chamado unicamente de “campeonato inglês”. Então, dá só uma olhada nos pequenos “grandes” times que já levantaram a taça desta competição:

– Wolverhampton (03 títulos);

– Huddersfield Town (03 títulos);

– Preston North End (02 títulos);

– Burnley (02 títulos);

– Derby County (02 títulos);

– Portsmouth (02 títulos);

– West Bromwich (01 título);

– Nottingham Forest (01 título);

– Ipswich Town (01 título);

– Sheffield United (01 título);

Esses são apenas alguns dos que já alcançaram essa façanha.

Desde a década de 1980 até hoje, o campeonato inglês é dominado pelos clubes mais ricos da competição, Manchester United, Liverpool, Arsenal e, mais recentemente, Chelsea e Manchester City. Isso torna a atual trajetória do Leicester City ainda mais extraordinária. Com exceção desses clubes, o último campeão da Inglaterra foi o Blackburn Rovers, na temporada 1994-95, e de lá para cá apenas essas potências econômicas foram campeões.

Atualmente a Premier League está em sua 29ª rodada, e o Leicester City lidera com cinco pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Tottenham Hotspur, portanto, é impossível prever se realmente the foxes irão levantar o caneco inglês. Mas torcida, pelo menos, eles têm. E não é pequena. Parece que as pessoas gostam mesmo de ver um Davi derrotando vários Golias.

About The Author

Avatar

Historiador, estudante de jornalismo e amante do futebol desde sempre. Não sabe como seria sua vida se não existisse esse esporte fantástico.

Leave a Reply

Your email address will not be published.