“Botafogo, Botafogo, Campeão desde 1910, foste herói em cada jogo, Botafogo, por isso é que tu és e hás de ser nosso imenso prazer, tradições aos milhões tens também, tu és o glorioso, não podes perder, perder para ninguém!”

Acabou a agonia, após quase 1 ano de seu segundo rebaixamento, o Botafogo está de volta à série A do Campeonato Brasileiro, com vitória por 1×0 sobre o Luverdense, o Fogão garantiu seu acesso. Jogando em Lucas do Rio Verde, os cariocas sepultaram os últimos fantasmas que restavam da derrota em Santos, em 2014, e garantiram a vaga na primeira divisão com 3 rodadas de antecedência.

Escalação: Helton Leite; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho, Thiago Carleto (Diego Giaretta); Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Camacho (Fernandes), Daniel Carvalho (Diego Jardel); Neílton e Ronaldo. Técnico: Ricardo Gomes.

Esse foi o time do Botafogo em campo para garantir o acesso, nenhum remanescente da derrota na Vila Belmiro, no último ano, o único que poderia seguir no time é o goleiro Jefferson, ídolo máximo e capitão botafoguense, mas como foi convocado à seleção brasileira, não pôde estar em campo no jogo do acesso, o que não diminui em nada sua participação fundamental na competição, no Botafogo há 6 anos, o goleiro credencia-se como um dos principais ídolos da história centenária do clube, campeão estadual por duas oportunidades e, agora, importante no acesso à série A.

Atletas festejam o acesso

Atletas festejam o acesso

Diferentemente do Vasco da Gama, grande rival estadual, o Botafogo subiu com maior tranquilidade, além de garantir a vaga com antecedência, tem excelentes chances de garantir o título também, na outra oportunidade que disputou a segundona, o Bota foi vice-campeão, afinal disputou uma série B atípica, pois contava com o Palmeiras, – que sagrou-se campeão -, ao seu lado.

Para 2016, o Botafogo não pode se acomodar e precisa reforçar o elenco se quiser manter-se bem na série A, sem riscos de briga contra a degola, o técnico Ricardo Gomes mostrou-se recuperado de seus problemas de saúde e voltou a realizar belo trabalho no Rio de Janeiro, após ser campeão da Copa do Brasil pelo Vasco, conseguiu levar o Botafogo ao acesso. Alguns bons valores da série B poderão ser muito úteis ano que vem, o atacante Neílton, – principalmente -, ele que destacou-se na base do Santos e depois não conseguiu sequência por onde passou, agora aprece como peça-chave no ataque alvi-negro, o experiente meia Daniel Carvalho também foi fundamental e se bem usado ainda pode render bons frutos na primeira divisão.

O objetivo agora é o título de campeão da série B, mas para o botafoguense pouco importa, o acesso já está posto e o Fogão estará de volta em 2016, sábado promessa de Engenhão lotado contra o Santa Cruz para o que pode ser o jogo da taça, até “Loco” Abreu confirmou sua presença no Estádio Nilton Santos para esta partida decisiva. Aqueles mesmos botafoguenses que nunca abandonaram o clube, mesmo nos tempos de baixíssimo nível técnico, hoje podem comemorar a volta, que o Fogão tenha aprendido as lições e volte à primeira divisão para fazer o que faz de melhor, incendiar a tabela.

About The Author

Amante do esporte, presente em uma das tantas curvas da highway. Mineiro, acima de tudo Cruzeiro. Fã de futebol rápido, não necessariamente rasteiro. Acredita na Copa do Mundo como momento máximo do esporte.

Leave a Reply

Your email address will not be published.