Já faz nove anos que o Inter não sabe o que é vencer o Flamengo no Maracanã. Neste domingo, terá uma nova oportunidade de quebrar o tabu e se aproximar de vez ao G4. Em 2006, o triunfo veio com a assinatura de Fernandão, que venceu o goleiro Bruno em duas cobranças de pênaltis e deu a vitória aos colorados.

Atuando com a confiança na qual um título de Libertadores permite, o Inter disputava o restante do Brasileirão de 2006 de olho no Mundial, o que não quer dizer que havia virado presa fácil para os adversários. Pelo contrário. O time de Abel Braga ainda perseguia o São Paulo pela liderança do nacional mesmo já vislumbrando o Barcelona no horizonte.

Naquele 2 de setembro de 2006, o Inter, de branco, entrava no Maracanã para dar sequência à boa campanha no certame nacional. Obina, em um tiro seco no canto direito de Clemer, tratou de esfriar os ânimos colorados no primeiro tempo e colocou o Urubu em vantagem.

No segundo tempo, brilhou a estrela de Fernandão. Em duas cobranças de pênaltis consecutivas, ele apostou no mesmo lado direito e venceu o goleiro Bruno em ambas. Walter Minhoca, ainda com o jogo em 1×1, perdeu uma chance claríssima para o Flamengo por excesso de preciosismo. E a Nação não perdoou nas arquibancadas.

Veja os gols:

About The Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.