Fala, colorado! Tudo certo? Nem tudo, né? A derrota para o São Paulo nada mais é do que o resultado de uma série de atitudes amadoras da nossa diretoria. E, infelizmente, nós também pagamos essa conta. Tentamos acreditar no time, mas é difícil. Era evidente que, caso Aguirre fosse demitido, nossas chances de G4 seriam quase iguais a zero. Só os cegos não conseguiam ver isso. E dizem que o amor é cego, né? A paixão pelo time nos cega também.

Até Argel encontrar um padrão de jogo pro time e o torne uma equipe regular, estaremos na trigésima quarta rodada. Mas como eu disse que as chances são quase iguais a zero, temos uma última chance. Esse jogo contra o São Paulo seria o divisor de águas, se não enfrentássemos outro adversário direto na rodada seguinte. O Palmeiras vem com vários desfalques importantíssimos e podemos conquistar a vitória. Afinal, não existe outro resultado aceitável para este jogo.

(Foto: Divulgação/Internacional)

(Foto: Divulgação/Internacional)

E mais: acredito nos noves pontos seguintes. Jogamos contra o Palmeiras no Beira, Coritiba fora e Corinthians em casa. Se pararmos de arregar longe de casa e não entregarmos pro Corinthians, dá pra enfileirar três vitórias seguidas. Entretanto, um passo de cada vez. E a primeira batalha é quarta, na nossa casa.

Eu vou estar lá, e tu? Vamo Inter!

About The Author

Henrique Chaparro

Diretor-geral dos sites QQD e Falando de Premier League. Criou o QQD em 2013 e não parou mais. Torce para Internacional acima de tudo e vai com a cara do Liverpool. No FIFA 17, gosta de jogar clássicos argentinos. Acredita que o rei do futebol é brasileiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published.