Ser campeão nacional não é uma tarefa fácil. Exige muito trabalho, competência, planejamento e sorte. E se eu te contar que, um dia, o Dínamo de Kiev já foi “bitricampeão” nacional? O fato ocorreu nas temporadas 1998/99, 1999/00 e 2000/01.

Em três anos, foram seis títulos nacionais – três com o Dínamo B, na segunda divisão, e três com a equipe principal, na primeira divisão. O melhor disso tudo é que foram seis conquistas simultâneas! Na primeira delas, em 99, Shevchenko contribuiu para o título da equipe principal. Foi sua última temporada pelo clube, antes de começar a fazer história pelo Milan.

(Foto: Reprodução/Trivela)

Em 98/99, o time B foi campeão disparado, com incríveis 88 pontos. Na temporada seguinte, o time conquistou seu bicampeonato com 74 pontos. O tri veio em 2001, com 68 pontos. Já a equipe principal triunfou pela primeira vez no mesmo ano que o Dynamo B, mas com 74 pontos. Já na temporada 99/00, uma marca histórica: em 30 jogos, o time venceu 27 e empatou apenas 3. Título invicto, com 84 pontos. O tricampeonato foi uma conquista bem mais acirrada que as outras. Com 64 pontos, a equipe superou o Shakhtar por um ponto.

Vale lembrar que, além do tricampeonato simultâneo, o título de 2000/01 foi o nono consecutivo. Essa sequência foi interrompida na temporada 2001/02, pelo Shakhtar Donetsk, que já havia mostrado suas forças nas temporadas anteriores.

About The Author

Henrique Chaparro

Diretor-geral dos sites QQD e Falando de Premier League. Criou o QQD em 2013 e não parou mais. Torce para Internacional acima de tudo e vai com a cara do Liverpool. No FIFA 17, gosta de jogar clássicos argentinos. Acredita que o rei do futebol é brasileiro.