Um time com uma divida acima dos 700 milhões. Devedor de uma quantidade incontável de jogadores, treinadores, funcionários e até dirigentes. Com fama de mal pagador, de clube que atrasa constantemente seus salários. E logo após ser presidido pela pessoa mais nociva a história do clube. A realidade de qualquer um que assumisse o Botafogo era tenebrosa.

Entretanto, este começo de ano do Botafogo é, comparado ao assustador 2014, bom. 9 vitórias em 11 jogos e o melhor começo do clube em Campeonatos Cariocas desde 2010, quando conseguiu 10 vitórias em 11 pelejas (via @InfoBotafogo_).  Para um clube que terminou 2014 a beira da falência, poder olhar para a tabela e se ver na primeira posição é animador.

E isto pode se creditar, também, ao aproveitamento dos garotos da base feito pelo clube em 2015. Na partida de ontem, contra o Boavista, quase metade da equipe que foi a campo era composta por revelações do clube (Renan, Gilberto, Gegê, Fernandes e Sassá). Não por menos que a partida foi decidida por um gol fabricado pela canteira alvinegra: lançamento de Gilberto para bonito chute de Sassá (!!!).

10608411_820401958040064_426782609047015137_o

Três dos quatro jogadores da foto são crias da base do alvinegro. (Foto: Site Oficial)

Neste quadro de instabilidade financeira, a base alvinegra tende a ser essencial para o desenvolvimento de um time que atraia o torcedor e para um alívio financeiro por parte da diretoria. Não iremos nos iludir: vender, dentro da conjuntura atual, tornou-se algo necessário.

Os jogadores da base tem a tendência de serem mais identificados com o clube. E, diferente dos medalhões, tem muito a provar no futebol. Não são jogadores consagrados que podem cair nesta doença contagiosa que é o chinelismo-conformismo.

Que René Simões, treinador o qual eu critico muito, continue acertando na valorização da base alvinegra. Ela representa o futuro do clube.

PS: Que exibição do Renan (cria da base) na partida de domingo. Jefferson deverá voltar da seleção para o banco e lutar pelo seu espaço. Ta, parei. Mas fica aqui o destaque para o Renan pela sua primeira partida de 2015!

 

 

About The Author