Com o futebol brasileiro em baixa atualmente, principalmente na área financeira, o investimento e incentivo de grandes empresas em clubes e estádios se torna cada vez mais comum. Além de ajudar um clube a se erguer, a empresa terá a visibilidade da sua marca. Mas isso não é novidade no futebol, sempre existiu isso e sempre vai existir.

Porém o que vem indignando muitos torcedores de alguns clubes, é o desprezo que algumas mídias muito importantes do Brasil vêm tendo com essas empresas. Que pagam muito para que o clube ou estádio divulgue sua marca, mas que a mídia simplesmente ignora, pois não recebe nada.

Isso é um descaso muito grande, pois o dever jornalístico não é receber por falar nomes de empresas, e sim trazer informações e ajudar na melhoria do assunto que ela está informando. E de que forma essas mídias de grande influência poderiam ajudar o futebol? Está muito claro que ajudariam muito falando o nome correto das empresas, que teriam mais visibilidade e com isso ajudariam ainda mais os clubes financeiramente.

O maior exemplo disso que comentei aconteceu no domingo onde o Palmeiras enfrentou o Red Bull Brasil, no estádio Allianz Parque. Porém para o canal que transmitiu o jogo que pertence a emissora RGT, o Palmeiras enfrentou o RB Brasil, na Arena Palmeiras. Sem falar que na transmissão o símbolo do Red Bull Brasil foi alterado, e tudo isso foi feito, pois o canal não iria ganhar nenhum lucro dessas empresas.

Além de ser algo totalmente vergonhoso para o jornalismo, essa atitude prejudica e muito o RBB, que é um clube novo e que quase não aparece na mídia esportiva, e ainda por cima quando apareceu teve seu nome abreviado e seu símbolo alterado. Dessa maneira fica muito difícil que o Red Bull Brasil ganhe asas.

About The Author